Dicas de planejamento financeiro para fazer curso no exterior

Para quem está querendo realizar um curso no exterior a Cenize, empresa especializada em gestão financeira da algumas dicas para o planejamento ideal.

Depois de tantas decisões difíceis (sim, nós sabemos que são difíceis): qual país, em qual faculdade, onde morar, etc., ainda existe um grande problema, a questão financeira. Como se programar financeiramente para realizar sua graduação, pós-graduação ou MBA no exterior?

Dicas de planejamento financeiro para fazer curso no exterior
Dicas de planejamento financeiro para fazer curso no exterior

Vamos por partes. Para tomar a decisão mais acertada, são necessárias muitas horas de pesquisa, planejamento e organização. Então, confira o passo-a-passo que fizemos para você organizar seu intercâmbio desde o início!

1) Decidir o país e a cidade – decida em que país e algumas opções de cidades que você gostaria de morar.

2) Faça uma lista de faculdades, nessa cidade, que tenham cursos que você se identifique – não escolha apenas uma faculdade por estar numa cidade legal, o intercâmbio pode ser útil e divertido ao mesmo tempo – e entre em contato com elas para definir qual prefere.

Dica: Se preferir defina qual curso você gostaria de fazer e depois procure por faculdades que ofereçam o mesmo.

Com essas decisões tomadas, partimos para o âmbito financeiro da viagem. Existem diversas maneiras de organizar as finanças, mas a ideia básica é manter os gastos sempre registrados para não perder o controle. Para isso você pode usar uma planilha do Excel, baixar aplicativos no celular e até mesmo utilizar softwares de controle financeiro pessoal, como o da Cenize, que possui uma versão gratuita e uma paga, essa última, um pouco mais completa.

3) Defina quanto o seu curso vai custar e verifique a possibilidade de bolsas de estudo para reduzir custos, pois algumas faculdades podem ser caras, mas oferecem esta opção.

4) Converse com a própria universidade para saber sobre locais para morar na cidade. Elas estão acostumadas a lidar com isso e costumam ter boas dicas ou, às vezes, parcerias com casas de estudantes. Se tiver amigos que moraram no lugar ou quiser procurar pessoas online e em redes sociais, é uma boa ideia também.

5) Procure saber quanto uma pessoa gasta, em média, com alimentação na cidade e, a partir disso, estabeleça um limite de gastos diários com comida para não perder o controle. Uma dica é comprar comida no supermercado e cozinhar (para os que não sabem, esta é uma ótima oportunidade de aprender!).

6) Estabeleça um limite de gastos semanais com atividades culturais: museus, festas, atrações turísticas e tome cuidado para não extrapolar.

7) Por fim, brasileiros amam viajar. Procure saber o preço de passagens, caso queira conhecer mais a região (essa dica vale principalmente para quem tem interesse em ir para a Europa), e olhar o preço de hotéis. Em muitos lugares apostar em hostel vale mais a pena por ser uma alternativa mais barata, que apresenta uma grande variedade de tipos e por serem frequentados por jovens.

8) Registre tudo que você comprar e poupe um pouco todo mês. Assim, se houver algum imprevisto, você terá a onde recorrer.

9) Se optar pelo software da Cenize de gestão financeira pessoal, aproveite funcionalidades como: controle de receitas e despesas; programação de contas a pagar e receber; acompanhamento de conta corrente e cartão de crédito. Lembre-se de registrar todas as informações para não se perder nas contas!

O grande sucesso para um intercâmbio tranquilo e sem imprevistos, é se organizar antes de sair do Brasil e manter a gestão financeira em dia quando chegar no país de destino.

Boa viagem!

 

Se você ficou interessado em mais detalhes, acesse o site da fabricante e também siga-os nas redes sociais:

http://www.cenize.com
https://twitter.com/cenizesoftware
https://www.facebook.com/CenizeSoftware
https://www.youtube.com/user/CenizeVideos

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.