Copa do Mundo impulsiona o mercado corporativo

A proximidade do mundial apresenta um cenário favorável para quem não se programou com antecedência

Copa do Mundo impulsiona o mercado corporativo
Copa do Mundo impulsiona o mercado corporativo

No início do ano, em razão da Copa do Mundo, a palavra de ordem no segmento corporativo foi cautela. No tradicional calendário de feiras e eventos, os meses de junho e julho foram ignorados e as empresas optaram por não investir em viagens de negócio nesse período. Mas há menos de dois meses do mundial, o cenário mudou e opções vantajosas, com promoções e descontos voltam a movimentar o mercado no primeiro semestre.

A Master Turismo, agência de viagens especializada no turismo de negócios viu a movimentação crescer consideravelmente no último mês. O presidente Fernando Dias avalia que as empresas podem economizar até 20% no período. “Estamos percebendo um aumento no volume de viagens que não estava previsto no início. O mercado corporativo acabou percebendo que viajar nessa época pode ser uma boa oportunidade”, destaca.

Em São Paulo, principal destino de negócios do país, ainda existem 59% das vagas disponíveis segundo o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), pois a capital paulista possui o maior parque hoteleiro do Brasil e consegue absorver a demanda de um grande evento mundial e ainda outros eventos que possam surgir paralelamente.

Dicas de planejamento

Para facilitar a vida dos empresários que vão manter a rotina de viagens no período da Copa, a Master Turismo preparou uma cartilha com dicas importantes. “Antes de mais é preciso compreender que a melhor política de viagem é não suspender as viagens. Os negócios precisam se manter em movimento e o cenário tem se tornado cada vez mais oportuno para isso”, afirma o diretor de novos negócios da Master Turismo, Rodrigo Santos.
Aos viajantes que frequentam rotineiramente um mesmo destino, a Master desenvolveu um sistema que gera um calendário mapeando quem está viajando e hospedando numa determinada cidade, num mesmo dia. Assim é possível otimizar custos com deslocamento terrestre e hospedagem, por exemplo.

Ficar atento aos novos voos que estão sendo lançados pelas companhias aéreas nacionais e internacionais também é uma ação importante. “Desde fevereiro a ANAC deu essa autorização e teremos oferta de quase dois mil novos voos para o período da Copa”, explica Rodrigo.

Outras dicas para organizar as viagens de sua empresa durante a Copa:

  1. Planejar as viagens com o máximo de antecedência.
  2. Viajantes frequentes para um mesmo destino devem se comunicar periodicamente para tentar casar as agendas e dividir despesas de deslocamento terrestre e quartos de hotel. Os sistemas das agências de viagens corporativas permitem que seja gerado um calendário mapeando quem está se viajando e hospedando numa determinada cidade e num determinado dia.
  3. Destinos frequentes de uma mesma empresa com mais de 10 diárias / mês podem ter opções de aluguel mensal de quartos (long stay) em flats ou até mesmo hotéis em melhores condições do que diárias isoladas;
  4. Priorizar companhias aéreas com políticas de preços máximos para o período em viagens de emergência com passagens compradas na véspera;
  5. Estar atento a novos voos lançados por cias aéreas nacionais e internacionais;
  6. Horários alternativos e flexibilidade na ida e volta podem gerar economias;
  7. Permanência em cidades próximas aos locais a serem visitados pode proporcionar tarifas mais em conta;
  8. Poupe tempo nos aeroportos e garanta o seu embarque, antecipando os cartões via WEB CHECK-IN!

 

Fonte da imagem: www.za-vas.ca

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.