Intercâmbio Cultural é a nova tendência entre pessoas acima dos 50 anos

Londres e Paris estão entres os destinos mais procurados pela terceira que descobriu ser possível vivenciar experiências antes comuns aos jovens.

Intercâmbio Cultural é a nova tendência entre pessoas acima dos 50 anos

Leila Argolo, 59 anos, e o marido Paulo César Argolo, 57, descobriram que nunca é tarde para realizar sonhos. Depois de formados, de ter criado os filhos eles decidiram vivenciar uma nova experiência. Em junho deste ano, o casal foi para o Canadá fazer um intercâmbio cultural e um curso de inglês. “Nós viramos estudantes novamente, ficamos em casa de família, andamos de ônibus e metrô para ir para a escola, foi uma experiência inesquecível”, afirma Leila Argolo.

A dona de casa e o marido, que é médico, estão dentro de um novo comportamento que desponta no Brasil. O público da terceira idade está vivenciando experiências antes comuns apenas aos jovens. É o caso dos intercâmbios que estão ganhando cada vez mais adeptos, digamos, “experientes”. Segundo a Diretora Expert em Intercâmbio, Ludmila Teles, tem crescido substancialmente o intercâmbio cultural de pessoas acima dos 50 anos. “De uns anos para cá cresceu a procura nessa faixa etária. Cada vez mais as pessoas deixam decisões como casamento e filhos para mais tarde e investem na carreira e na consolidação de uma posição melhor no trabalho, além da vontade de conhecer novos horizontes”.

Sobre a Carreira

A carreira, o namoro, o casamento e mesmo filhos, não mais impedem a busca pelo desejo de uma experiência no exterior e encontrar histórias de cinquentões que largam tudo, botam a mochila nas costas e correm para realização de seus sonhos, são cada vez mais comuns. É o caso de Kelsen de Athayde, gerente administrativo e financeiro de uma multinacional brasileira. Aos 54 anos, decidiu ir no fim do mês para Vancouver , também no Canadá, onde vai estudar inglês durante dois meses. “Vou aprimorar o inglês e viver algo novo, tanto que escolhi ficar em casa de uma família totalmente desconhecida.”, afirma.

Demanda para o programa

Segundo dados do setor, a procura por esse tipo de serviço no Brasil pelos cinquentões, aumentou 45% nos últimos anos. Na Experimento Salvador , por exemplo, esse público já representa 8% da cartela de clientes, que buscam além do curso de línguas, outras atividades durante a estadia. “Como eles já tem carreira profissional consolidada, querem aproveitar bem a viagem e fazer cursos que agreguem a experiência, como gastronomia, artes, dança”, afirma Ludmila. Os destinos mais procurados são lugares históricos e culturais como Paris , Londres além da Ilha de Malta e mais recentemente cidades dos Estados Unidos e Canadá.

Disponibilidade e oportunidade

A falta de tempo pode ser considerada um dos limitadores para pessoas acima de 50 anos realizarem o intercâmbio. Aí entram os programas de tempo mais curto. “Às vezes o indivíduo tem uma posição consolidada dentro da empresa em que trabalha, está num bom momento na carreira e não quer abrir mão disso. Porém, existe a opção do intercâmbio cultural de férias, de quatro semanas ou até menos, que não prejudica em nada a carreira profissional, só acrescenta”, explica Ludmila.

Sobre a Experimento Intercâmbio Cultural

Com mais de 50 anos de experiência no Brasil e 84 anos no mundo, a Experimento é a maior rede especializada exclusivamente em intercâmbio cultural do País. Eleita por cinco anos consecutivos a melhor agência de intercâmbio da América Latina pelo Star Awards for International Education, é a única a alcançar o posto de Super Star, título vitalício em excelência.

A rede possui mais de 35 lojas no território nacional, oferecendo solução completa em educação internacional, que inclui a oportunidade de estudar ou trabalhar no exterior, em mais de 30 países. Entre os produtos oferecidos estão High School, Cursos de Idiomas, Au Pair, Programas de Férias, Trabalhos remunerados no exterior, Formação Profissional e Programas Universitários, passagens aéreas internacionais, assistência viagem e muito mais.

Para mais informações, visite uma loja da Experimento ou entre em contato pelo site: www.experimento.org.br.

Comentários

  1. Já enviei msn , aguardo resposta. Desde já agradeço.

  2. Desejo informação sobre intercambio para o exterior , sinto que o inglês me faz falta em todos os niveis, quer quando estou viajando ou no computador e celular. Faz tempo que me interesso .
    Quero saber quais são os primeiros passos.Obrigada, aguardo.

    • Olá M.Alzira, tudo bem?
      Você pode encontrar mais detalhes a respeito de programas para terceira idade no site da A Belta – Brazilian Educational & Language Travel Association – reúne as principais instituições brasileiras que trabalham nas áreas de cursos, estágios e intercâmbio no exterior. Mais detalhes aqui ~> http://bit.ly/belta-terceira-idade
      abraços

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.