Instituições canadenses assinam acordos com entidades de ensino brasileiras

O objetivo é facilitar os programas acadêmicos e de pesquisa entre as organizações, e também promover o intercâmbio de idéias entre elas.

Instituições canadenses assinaram acordos de cooperações com universidades e entidades brasileiras. A assinatura ocorrerá no Consulado Geral do Canada, no Rio de Janeiro, a partir das 10 horas.

Estudar no Canadá
Estudar no Canadá

O Memorial University, do Canadá, foi o primeiro a efetivar parceria com o Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ, visando promover o intercâmbio de estudantes e membros do corpo docente. Com programas reconhecidos em engenharia e ciências aplicadas, ciências oceânicas e humanas, há bastante potencial para que a CEFET-RJ e Memorial trabalhem em diversos projetos conjuntos de pesquisa, aproveitando assim, as oportunidades de financiamento disponíveis para ambos os pesquisadores canadenses e brasileiros.

O Memorial também assinou um protocolo de cooperação em projetos acadêmicos com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Logo depois será a vez da assinatura do acordo de Projeto Piloto, que define os termos e condições para que a Target Language Services teste o Curriculum ILI CLOUD em uma de suas Escolas de Linguas Inglesas (ESL) no Brasil. Este acordo inclui um treinamento gratuito no Brasil para explicar como usar o currículo e oferece a Target suporte técnico pela ILI durante a fase de implementação de currículo em seu campus. Uma vez que o projecto-piloto seja concluído, ILI e Target determinarão o formato de implementação do currículo completo nas demais escolas Target no Brasil.

O objetivo principal do ILI é fornecer o seu currículo digital para ensino do idioma inglês (ESL) baseado em seus próprios alunos no Canadá e nas empresas de idiomas em todo o mundo. Com o Curriculum nomeado como ILI CLOUD (ICC), os cursos estão correlacionados a referencia Européia para o ensino do idioma ingles como segunda lingua e proficiencia linguistica. As empresas que implementarem o ICC receberão a formação e certificação de professores de ESL em seu país, sem nenhum custo.

A Université de Montréal e a Universidade Federal Fluminense também integram esse programa de parceria. Elas devem desenvolver e consolidar as atividades formação entre as duas instituições. O acordo não só irá permitir o desenvolvimento de projetos conjuntos de pesquisa, mas também o intercâmbio de professores e alunos em áreas de interesse mútuo da pesquisa.

O Memorando de Entendimento entre a rede de escritórios internacionais do Rio de Janeiro Instituições de Ensino Superior (REARI-RJ) e o Conselho Columbia Britânica de Educação Internacional (BCCIE) foi concebido para fortalecer e cooperação previamente entre instituições BC e da rede de instituições de ensino superior da estado do Rio de Janeiro. O memorando visa fortalecer as atividades entre elas no campo da educação e da cooperação internacional.

Relações Brasil-Canadá na Área de Educação

Segundo o Governo do Canadá, o Brasil é um dos principais parceiros na área educacional do país. Nos últimos anos, além de registrar um crescimento no número de brasileiros que estudam no Canadá, aumentaram os acordos entre associações de ensino, escolas e governo federal, estadual e municipal. Alguns exemplos são o programa do governo federal brasileiro Ciência Sem Fronteiras, que já levou 8.000 estudantes ao Canadá, bem como o programa do governo pernambucano Ganhe o Mundo, que enviou mais de 1.600 alunos da rede pública de ensino do estado para o país, e outros 600 devem embarcar até o final do ano.

Além disso, houve um aumento significativo nas parcerias entre universidades e institutos tecnológicos brasileiros e canadenses, que inclui pesquisas bilaterais e intercâmbio de alunos e professores. O Governo do Canadá oferece um amplo leque de bolsas de estudo em diversas áreas, como, por exemplo, o bem-sucedido Programa Futuros Líderes das Américas (ELAP), criado em 2009 para fomentar o desenvolvimento de uma nova geração de líderes nas Américas. Só por meio do ELAP, 651 brasileiros já estudaram no Canadá entre 2009 e 2014. Em 2015, o ELAP está contemplando 101 novos bolsistas.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.