Intercâmbio para Casal na Austrália, Nova Zelândia e Canadá

Intercâmbio para casais é impulsionado por modalidade de visto que permite dependente

Intercâmbio para casal cresce no Brasil
Intercâmbio para casal cresce no Brasil

O perfil do brasileiro que opta por estudar e trabalhar fora do país mudou nos últimos anos, especialmente quando se trata de embarcar sozinho ou não para o país de destino. De acordo com a LAE Educação Internacional, consultoria especializada em intercâmbio, está havendo um aumento no número de casais que procuram a modalidade de visto que permite a matrícula de apenas um deles em um curso, enquanto o outro embarca como dependente.

A modalidade, atraente por seu custo-benefício, é válida para a Austrália, Canadá e Nova Zelândia. Entretanto, apenas o primeiro permite a possibilidade de trabalho para dependentes no caso de curso de idiomas. Já nos dois últimos, é permitido que o acompanhante trabalhe apenas se a matrícula for para cursos técnicos ou superiores. Vale lembrar que isso só é possível quando o casal é casado ou possui união estável há um certo tempo.

De acordo com Natália Koff, gerente de Vendas e Marketing da LAE Educação Internacional, o valor de seis meses de intercâmbio para a Austrália, incluindo curso, visto, seguro-saúde e acomodação por um mês pode sair por a partir de sete mil dólares australianos para cada um, se ambos estudarem e aplicarem seu visto separadamente. Já se apenas um for estudar e o outro for dependente no visto, o valor do investimento pode sofrer uma redução de até 35% para o casal.

Natália ainda acrescenta que as vantagens vão além de dividir os custos de acomodação. “É normal que durante o intercâmbio haja o período de homesick, no qual a pessoa sente muita saudade de casa, dos parentes e dos amigos. Nesse caso, ir com alguém conhecido e de confiança ameniza um pouco esse sentimento”, afirma.

Outra dica é fazer uma análise da relação antes de embarcar, pois a experiência, apesar de enriquecedora, pode ser desgastante para alguns casais. É necessário colocar na balança todos os prós e contras de ir junto com o parceiro e ter em mente que o casal enfrentará desafios e não terá as mesmas facilidades e o mesmo conforto de uma viagem de turismo tradicional, por exemplo.

Sobre a LAE Educação Internacional

Presente em 16 países, por meio de 40 escritórios, sendo três deles no Brasil, a LAE Educação Internacional está há 18 anos no mercado. Nesse período, a empresa já realizou o sonho de mais de 28 mil alunos de estudar no exterior. Com agentes certificados e atendimento personalizado, presta consultoria para estudantes que buscam cursos de línguas, cursos técnicos, graduação, mestrado, MBA e doutorado em outros países.

Visite nossas redes sociais LAE Educação Internacional:

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e junte-se à outros 1.548 assinantes. Leia sobre a nossa Politica de Privacidade.