Primeiro ensino bilíngue inclusivo do Brasil

A proposta promete impactar jovens, com o objetivo de capacitá-los e inseri-los na sociedade com ensino, educação e diminuir o índice de reprovação escolar.

Brasil, fevereiro de 2021: Aprender o segundo idioma é um grande passo para qualquer idade, principalmente para os jovens que almejam ser grandes profissionais no futuro. Porém, ainda não existe um plano de ensino bilingue eficaz para os jovens com TDAH. Gabriel Frozi comenta que foi despertado pela ideia

“os jovens com esse transtorno possuem um enorme potencial, mas ninguém acredita e confia neles para, assim investir; então eu precisei dar o primeiro passo”.

O CEO da Escola Recreio Christian School viu a necessidade de mostrar para as outras escolas como se faz um ensino bilingue inclusivo de qualidade e apostou todas as suas fichas nessa empreitada. Alguns pesquisadores defendem que ser bilíngue propicia ao indivíduo o desenvolvimento da linguagem e, consequentemente, uma boa oralidade, estimulando simultaneamente a comunicação. Além disso, tais pesquisadores também acreditam que o bilinguismo contribuiria positivamente no desenvolvimento das funções executivas, na inclusão social, na educacional e no aumento da flexibilidade cognitiva do indivíduo bilíngue.

Nesse sentido, adaptando essas constatações à realidade das crianças com TDAH, o bilinguismo, normalmente atingido com a língua inglesa, é muito importante para ajudar as crianças em diversos aspectos (exemplo: desenvolvimento da linguagem).

“O ensino é diferenciado porque não é cansativo para as crianças, é algo natural sem forçar a barra, porque entendemos que tudo que é novo gera um pequeno desconforto”, comenta Gabriel.

Ele conta que seu sistema conseguiu impactar mais de 200 alunos, e agora quer apresentar e implantar em outras escolas. O método funcionará com treinamentos para os professores de dois a três dias.

“Trata-se de uma imersão para a equipe. Além disso, o sistema de ensino é composto por livros, treinamentos, tutoriais semanais e reuniões periódicas”, comenta o CEO, ao dizer que não é sobre vender o sistema, mas sim sobre responsabilidade social e o compromisso com os jovens.

O intuito é diminuir o índice de reprovação dos jovens. Para a aplicação de novas medidas, alguns testes e estudos foram realizados por profissionais da educação e as pesquisas apostaram que 87% dos portadores de TDAH repetem o ano, na mesma série, mais de uma vez – comparado aos 30% dos estudantes que não eram portadores deste transtorno.

48% dos portadores de TDAH são expulsos dos colégios, 81% das crianças com TDAH apresentaram desempenho inferior ao esperado para a sua faixa de escolaridade, apresentaram um atraso escolar de pelo menos um ano ou mais, e apenas 19% apresentaram desempenho escolar compatível com o esperado para a sua idade.

Sobre Gabriel Frozi: 

Aos 44 anos ele se reinventou. Deixou uma carreira de advogado consolidada para trás e partiu em busca de uma lenda pessoal: montar a primeira escola da América Latina bilíngue especializada também em alunos com Transtornos de Déficit de Atenção, após a filha ser diagnosticada com o TDAH.  Hoje ao lado da caçula, a cantora Vitória Frozi, que inspirou a fundação da escola, ele treina gratuitamente os professores da rede pública do Rio de Janeiro e oferece cursos gratuitos para os moradores em situação de rua.

Sobre Recreio Christian School: 

Escola bilíngue cristã, localizada no bairro do Recreio, no Rio de Janeiro/Brasil. Com Sistema de avaliação próprio, que prioriza a participação em sala de aula, o comprometimento com os deveres de casa e a atuação em projetos sociais, é um dos diferenciais da RCS, onde as provas bimestrais representam apenas 30% do sistema de avaliação a RCS atende turmas do 6º ano ao 3º ano do Ensino Médio. Prepara os alunos de 11 a 16 anos para melhores universidades do Brasil e do exterior, além de ser a única escola da América Latina com toda equipe especializada em alunos com TDAH.

Para mais informações, acesse: