Inglês on-line: faça a escolha certa

Plataforma interativa e intuitiva, flexibilidade de horários e otimização de tempo são algumas das considerações que o aluno deve fazer

A pandemia de Covid-19 obrigou as pessoas a se adaptarem para poderem realizar inúmeras atividades de maneira remota, seja compras, trabalho, contato com parentes e amigos e também estudar.

Embora ainda haja pessoas que reclamam do ensino a distância (EAD), os cursos de idiomas já vêm adotando a modalidade há alguns anos, e algumas escolas como Open English e EF English Live já surgiram 100% on-line.

Fabricio Vargas, fundador da Uniway Education Group, EdTech especializada nos exames de proficiência em inglês TOEFL, TOEIC e IELTS, afirma que diante da dificuldade já inerente do interessado de não ter domínio da língua inglesa, é importante que ele considere algumas questões ao decidir fazer um curso de inglês on-line como, por exemplo, avaliar se a plataforma oferecida pela escola é interativa e intuitiva, se tem flexibilidade de horários e proporciona otimização de tempo.

Ele destaca que desde o começo da pandemia houve um aumento na procura por aulas de inglês on-line. “Nós tivemos um aumento da ordem de 80% no faturamento das aulas na modalidade EAD, embora déssemos foco nas aulas presenciais, pois já oferecíamos a tecnologia desde 2017”, relata Vargas.

Segundo o diretor da Uniway, o perfil de pessoas que mais procuram a modalidade on-line é na faixa de 18 a 35 anos, graduandos e graduados que buscam uma mudança na carreira. “As pessoas acima dos 30 anos que estão estudando inglês hoje não estão satisfeitas com a vida profissional e buscam uma virada, enquanto os mais novos valorizam um segundo idioma para a profissão”, justifica.

Vargas ressalta que com a rotina corrida de grande parte das pessoas, ainda mais agora tendo de trabalhar em casa, poder adequar o horário das aulas pode ser um excelente benefício. “Ao optar por aulas de inglês on-line, é possível definir o melhor horário para assistir às aulas, estando disponíveis 24 horas por dia, durante os 7 dias da semana”, observa.

Ele ainda aponta a otimização do tempo com o curso de inglês on-line, economizando-o em relação aos deslocamentos, bem como reduzir seus custos, além de observar o tempo da hora-aula. “O nível de atenção de uma aula no formato EAD precisa ser alto porque o aluno está na frente de um computador e não é possível conseguir atenção mais do que 45 minutos sem um intervalo. Nossas aulas são todas de 45 minutos e quando é necessário estender, fazemos um intervalo de 15 minutos”, esclarece.

Outro ponto destacado por Vargas é a importância de estudar inglês em uma escola com um método criado exclusivamente para o ambiente digital. “Boa parte das escolas tradicionais migraram o modelo de aula presencial para o digital, sem adequar a metodologia. E isso pode ser muito desestimulante para aquele aluno que está nas aulas de inglês on-line”, avalia.

Direitos e deveres

Assim como o aluno deve buscar a melhor opção, com os melhores benefícios para poder desfrutar ao máximo do curso de inglês, ele também deve ter em mente que é preciso dar foco às aulas.

Fabricio Vargas salienta que a Uniway Education Group tem uma tecnologia interativa, evitando que o aluno não se disperse tanto com ações paralelas, principalmente acesso às redes sociais como o WhatsApp. “Mandamos sempre lembretes para o estudante dedicar tempo exclusivo para a aula, sugerimos que o acesso seja feito pelo computador para elevar o nível de atenção durante todo o período de estudos”, relaciona.

O educador dá algumas dicas para o melhor aproveitamento das aulas on-line:

  • Avalie e escolha bem a tecnologia;
  • Reserve um tempo exclusivo para a aula;
  • Não se distraia com coisas que não tenham a ver com a aula;
  • Utilize uma sala própria para estudar;
  • Não estude com outras pessoas ao redor.

Na opinião de Vargas, o aluno, principalmente o adolescente, tende a perder foco com as mídias sociais, e os professores da Uniway Education Group foram treinados para chamarem a atenção do aluno a focar na aula quando ele dispersa com outras ações.

Sobre Fabricio Vargas

Iniciou a sua carreira na área da educação logo após o seu retorno ao Brasil, depois de morar e estudar por mais de cinco anos no continente Europeu. Estudou e trabalhou em diversas áreas durante esse período, inclusive como intérprete dentro das cortes Irlandesas e Inglesas. Logo após a sua chegada ao Brasil, começou a lecionar aulas de inglês dentro de algumas escolas e, portanto, percebeu que o ensino precisava de mais, os alunos mereciam algo diferente e inovador. Fabricio percebeu que as escolas de idiomas estavam muito engessadas ao modo tradicional de ensinar e avaliar os seus alunos. Em 2017, depois de trabalhar muito e conseguir um certo valor para investir, Fabricio abriu a sua própria escola de inglês, a Uniway School, foi um dos anos mais comemorados por ele e também o mais desafiador. Para mais informações, acesse https://uniwayschool.com/ ou pelas redes @uniwayschool

Para mais informações, acesse:

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e junte-se à outros 1.543 assinantes. Leia sobre a nossa Politica de Privacidade.

Gostaria de deixar um comentário?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *