Por que intercâmbio? Por que Canadá?

Letícia Duarte, em sua coluna fala sobre intercâmbio e conta um pouco sobre as experiências que obteve no Canadá.

Para começar, eu quero me apresentar. Eu sou nova aqui, então, meu nome é Letícia Duarte e eu sou a nova colunista do blog. Eu estarei indo à North Vancouver em meados do ano que vem, e estarei compartilhando minhas experiências tanto aqui, no Canal do Intercâmbio, quanto no meu blog mais pessoal, o Intercambiando no Canadá. Na verdade, o post de hoje é mais aquela coisa comum de como escolher cidade, por que fazer intercâmbio, e etc. É mais também para vocês me conhecerem um pouco melhor. Este post eu estou repostando, o original está aqui, para vocês terem uma ideia realmente do meu programa de intercâmbio e das minhas futuras experiências.

Espero que vocês gostem tanto de ler, quanto eu gosto de escrever. Qualquer sugestão, critica, dúvida será bem vinda!


Acho que algumas das perguntas mais frequentes que eu recebo vindo dos meus familiares e amigos, são aqueles comuns: “Por que você vai fazer intercâmbio tão jovem?” e “Por que você escolheu o Canadá e não o EUA?”.

Então… responder essas coisas inúmeras vezes, me fez ter uma opinião formada concreta sobre isso. No início, eu não tinha tanta certeza do que eu estava respondendo, mas, eu fui criando essa “certeza” dentro de mim quanto mais eu parava para pensar sobre isso e conversar sobre isso. Ok, dito isso, vamos as respostas.


Por que intercâmbio?

Desde que eu tinha uns 11 anos (atualmente, 15), eu sempre fui muito apaixonada pelos Estados Unidos, sempre admirei muito a cultura de lá, os filmes de lá, a forma como o país era desenvolvido, enfim, sempre apreciei muito os EUA. Com o passar do tempo, eu fui criando aquela ideia de criança querendo ser adolescente. A ideia de morar no exterior. Na minha cabeça, era tudo muito fácil, eu e minha família nos mudaríamos e iria me satisfazer. Mas lógico que não foi bem assim, né? Então, eu fui ficando meio desiludida. Mas, eu sempre tive a ideia em minha cabeça de que eu quero fazer intercâmbio, porque eu quero ganhar o mundo, conhecer novas culturas, novos povos, e, lógico, investir na minha profissão… Em 2012, eu fiz uma viagem pra Califórnia/Nevada. Fui mais para conhecer uma atriz que eu era (sou) fã (não me critiquem), Miley Cyrus. Chegando lá, eu me apaixonei mais ainda, e a ideia de fazer o intercambio, propriamente dito, foi surgindo cada vez mais. Mas, eu não queria um intercâmbio comum. Eu não queria passar um ano, como a maioria das pessoas. Eu queria fazer meu ensino médio completo, e depois aplicar para faculdade por lá mesmo. Porque, eu via morar no exterior, como uma oportunidade para investir mais a fundo em minha carreira, que a propósito, eu pretendo seguir Cinema, não na área de atuação (eu acho), mas sim na área de direção; produção; edição – ainda tenho duvida quanto a isso. Eu conversava com meu pai todo dia, tentava convencer ele, provava pra ele que era seguro, que abriria portas maiores para mim e etc.
Resumindo: ele deixou. Com uma condição, nada de EUA, apenas Canadá.


Por que Canadá?

Foto de uma amiga minha em seu intercâmbio para North Vancouver – Deep Cove
Foto de uma amiga minha em seu intercâmbio para North Vancouver – Deep Cove

Bem, como eu disse acima, eu sempre fui louca pelos EUA, então vocês devem está se perguntando “por que ela foi pro Canadá?”. Como eu disse acima, meu pai só havia deixado eu fazer, se fosse para o Canadá, pois, ele fez um curso de segunda língua lá, em 2002, e desde então é apaixonado por lá. Antes de dá alguma resposta para proposta dele, fui pesquisar sobre o país, sobre o intercâmbio lá, fui comparar vantagens e desvantagens quanto a fazer no EUA. Então, a conclusão que eu cheguei foi que, para variar, meu pai estava certo. O Canadá é realmente melhor que o EUA, quando se fala de intercâmbio (minha conclusão). Por que?


Intercâmbio no Canadá:

  • Você escolhe sua província, sua cidade e sua escola.
  • O ensino do Canadá é mais bem preparado que o ensino Norte Americano.
  • Para aqueles que querem ficar lá direto, conseguir a cidadania, o visto…é muito mais fácil.
  • As famílias são pagas, e recebem um treinamento para poder receber intercambistas em suas casas.
  • Os canadenses são mais agradáveis e carinhosos do que os Norte Americanos (não todos, estou falando de uma forma geral)

Intercâmbio nos Estados Unidos:

  • Você não tem o direito de escolher nem qual região você quer ficar, apenas com um custo adicional (que não é barato). Ou seja, você simplesmente escolhe que quer ir para o EUA, mas, do mesmo jeito que você pode cair na Califórnia, você também pode cair em cidades como o Texas.
  • O ensino médio Norte Americano é bastante fraco, comparado ao do Brasil, ou até mesmo o do Canadá.
  • O visto e a cidadania do EUA são coisas muito burocráticas com mais dificuldade de se conseguir.
  • As famílias são voluntárias, sendo isentas apenas de algumas taxas governamentais, com isso, algumas não recebem o treinamento adequado, acontecendo até mesmo de algumas vezes você ter SÉRIOS problemas com a família.

Deixando bem claro, essa comparação do intercâmbio no Canadá e nos Estados Unidos foi uma conclusão MINHA, depois de ler a opinião de vários intercambistas, sendo alguns até mesmo da minha família.

Além desses aspectos, o Canadá é um país bastante agradável, com muitos estrangeiros, tendo principalmente asiáticos em sua costa oeste.

Para o post não ficar “gig-enorme”, depois eu faço um com fotos da cidade que eu vou ficar, o por quê eu escolhi Vancouver, mais propriamente dito North Vancouver, como escolher a escola, como escolher a agência, como convencer os pais, a papelada, custos, entre inúmeros outros!

Espero que vocês tenham gostado!!! Beijooo

 

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.