Au Pair: Saiba o que é esse programa de intercâmbio

Você sabia que o Au Pair é um modelo de programa de intercâmbio econômico, e que reúne trabalho, estudo e diversão cultural?

Au Pair - Programa de intercâmbio
Au Pair – Programa de intercâmbio

Esse é um tema sobre o qual é gosto muito de falar! Fui au pair por quase dois anos nos Estados Unidos e sinto muita saudade dessa época! Mas vamos deixar de enrolação e vamos ao que interessa: afinal, o que é ser au pair?

O que é Au Pair?

O Au Pair é um dos programas de intercâmbio mais econômicos, que reúne de uma só vez trabalho, estudo e diversão. É uma oportunidade de vivenciar uma nova cultura, aperfeiçoar o idioma e ganhar experiência internacional no currículo.

Au Pair - Marilia Maciel, Minnesota nos EUA
Au Pair – Marilia Maciel, Minnesota nos EUA

Embarquei nessa aventura em 2008, para Minnesota, EUA. Na minha época, au pair era um programa de intercâmbio era para pessoas de 18 a 26 anos que gostam e sabem cuidar de crianças. Hoje, ele continua sendo isso, porém, a faixa etária mudou um pouquinho. Agora, quem tem até 28 anos ainda consegue aproveitar essa oportunidade.

Apesar da principal função da Au Pair ser cuidar de crianças, é comum que muitas famílias requisitem ajuda com tarefas domésticas menores, como organizar os quartos das crianças, os brinquedos, lavar a roupa e a louça dos pequenos. Pode ficar tranquila. Você não está indo ser uma empregada domestica (e não há demérito algum aqui) ou babá. Você está embarcando para viver a experiência de ser a irmã mais velha em uma nova família. E claro, como em toda família, todos devem colaborar.

No Programa Au Pair, como disse, você será a big sister da criançada. Fará parte de uma família local, participará das atividades familiares, enfim, vivenciará o dia a dia de uma cultura diferente da sua.

Requisitos para ser Au Pair:

  • Ter entre 18 e 28 anos;
  • Ser solteiro e não ter filhos;
  • Experiência cuidando de crianças (comprovada, mínimo 200 horas. Há algumas agências que pedem 400 horas. Ah, não vale cuidar de irmão ou primos. Mas filhos de amigos, conta!);
  • Bom domínio da língua do país de destino ou o inglês;
  • Uma vez no programa, deverá comparecer aos encontros mensais das au pairs (em que todos os participantes que estão próximos se reúnem com a coordenadora local. É uma oportunidade legal, inclusive, de fazer novos amigos);
  • Se possível, ter carteira de motorista;
  • Comparecer às aulas (afinal, você recebe uma bolsa de estudos – para estudar o que for do seu interesse).

Como funciona o programa Au Pair?

É um programa de 20 a 45 horas de trabalho por semana – e sim, você é remunerado por isso – onde o intercambista tem que conciliar as tarefas com os estudos. Geralmente, o programa dura 12 meses, podendo ser prolongado por mais 12.

Quais são as vantagens do programa Au Pair?

As vantagens são várias, mas a primeira a ser destacada é que é um dos programas de intercâmbio mais acessíveis. Para os Estados Unidos, por exemplo, a família paga sua passagem de ida e volta (no caso da passagem de volta, é só se você completar um ano de programa).

  • Alimentação e hospedagem inclusos
  • Transporte para a escola/faculdade proporcionado pela família (seja pagando transporte público ou disponibilizando o carro da família)
  • Remuneração em dinheiro
  • Cursos de idiomas nas horas livres
  • Possibilidade de passeios e viagens nas folgas
  • Convivência com família típica local

A experiência como Au Pair

Foi a melhor experiência da minha vida. Claro, como em qualquer lugar, é uma experiência passível de altos e baixos e, principalmente, de problemas. Mas tive a sorte de conviver com duas famílias muito boas, que me receberam muito bem e que, acima de tudo, se mostraram muito amistosas. Conflitos aconteceram – o que é normal. Mas foi uma experiência muito boa para meu crescimento pessoal.

Além do aprendizado, esse programa proporciona muuuuita diversão. Tive a chance de viajar muito pelos Estados Unidos. Tenho amigas que viajaram até para outros países durante o programa. Conheci lugares que jamais imaginei conhecer, vivi experiências que nunca achei que fosse viver. Fiz amizades que vou levar para a vida inteira.

Dicas – Como se preparar para o Au Pair?

  • Se prepare com pelo menos 6 meses de antecedência (converse com namorado, com a família, no trabalho, enfim, não deixe pendências, para que você tenha um processo tranquilo de organização e preparação e, principalmente, melhor aproveitamento do programa);
  • Procure uma agência confiável, siga todas as orientações que eles passarem;
  • Treine com antecedência o idioma do local para onde planeja ir (ou mesmo o inglês);
  • Não precisa ficar nervosa quando conversar com a família por telefone. Eles só querem te conhecer. Aliás, converse o máximo possível com a família (ou famílias) por email mesmo antes de bater o martelo na escolha;
  • Ah, não fique chateada se a família que você gostou não te escolheu. Lembre-se, tudo acontece por um motivo;
  • Cuidado com o que você publica e como se expõe nas redes sociais, principalmente antes e durante o programa de intercâmbio, ainda mais se a nova família fizer parte do seu ciclo de contatos;
  • DICA DE OURO: Não escolha a família simplesmente pelo local onde ela vive. Califórnia pode parecer maravilhosa à primeira vista. Mas o Texas, por exemplo, pode te surpreender muito mais. Minnesota fez isso comigo. O importante é você se identificar com a família. Veja a receptividade dela, o interesse dela no momento do telefonema, nas trocas de e-mails. Não vá escolhendo logo de cara só porque ela mora na praia ou ao lado da Disney.

Aproveite para ver alguns vídeos de Au Pair’s

Espero que tenham gostado.
Se ficaram com alguma dúvida, é só mandar aí que tento responder! 😉

Beijos e até a próxima!

Você vai gostar de ler sobre:

  1. Bagagem de Mão: O que não pode ser levado no avião?
  2. Quanto tempo leva a preparação para um intercâmbio?
  3. 6 dicas para lidar com a saudade do intercâmbio
  4. 7 Dicas para aprender um novo idioma
  5. Qual o valor de um intercâmbio?

Comentários

  1. Achei muito interessante! Há alguma agência que você recomendaria?

    • Oi, Gislaine! Bom, eu fui pela CI. A experiência foi muito positiva. Eles me deram um excelente suporte. 😉

      beijos

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.