Entender porque é interessante fazer aula particular antes do intercâmbio

Precisa estudar inglês antes de embarcar para países como Reino Unido, Irlanda, Estados Unidos ou Canadá? Certamente essa é uma das maiores dúvidas, confira!

Entender porque é interessante fazer aula particular antes do intercâmbio
Entender porque é interessante fazer aula particular antes do intercâmbio

Uma das maiores dúvidas de um estudante na hora de realizar um intercâmbio é se ele precisa estudar inglês antecipadamente ou não antes de embarcar para morar por alguns meses em países como Reino Unido, Irlanda, Estados Unidos ou Canadá.

Sim, é fato que é possível viajar a turismo ou realizar um intercâmbio sem saber inglês ou tendo apenas pouco conhecimento da língua. Afinal, alguns estudantes compartilham o pensamento de que essa viagem é justamente o motivo para dominar tal idioma e, portanto, qualquer treinamento prévio é desnecessário.

No entanto, há vários motivos que apoiam a necessidade de ter o conhecimento do idioma antes mesmo de realizar a viagem do intercâmbio e, consequentemente, para tal uma boa maneira de adquirir um nível interessante de inglês é através das aulas particulares.

Seja de maneira individual ou em grupo, as aulas particulares contam com suas vantagens que são fundamentais na hora do aluno aprender uma nova língua.

É importante para se preparar para um sotaque diferente

Muitas vezes as tradicionais aulas de inglês que se encontram no YouTube ou em cursos presenciais rápidos utilizam a versão estadunidense e inglesa da língua e isso pode deixar o estudante um pouco despreparado a outros sotaques importantes do idioma.

Se o estudante estiver com uma viagem de intercâmbio programada para Irlanda ou Escócia, por exemplo, ele saberá tirar de letra os percalços que esses respectivos sotaques proporcionam para quem não está eventualmente acostumado com isso?

Em uma aula particular, um bom professor saberá explicar detalhadamente as diferenças do sotaque falado na Irlanda ou na Escócia em relação às versões mais populares da língua, por exemplo.

Se livre de perrengues

Aprimorar ou aprender o inglês do zero é o grande motivo da maioria dos intercâmbios realizados pelos estudantes, no entanto, quem tem pouco ou nenhum conhecimento da língua pode encontrar dificuldades nos primeiros dias e semanas no país estrangeiro.

Situações típicas como realizar compras no supermercado, adquirir um remédio na farmácia ou até mesmo entender o que está passando na televisão podem se tornar pequenos problemas incômodos para o estudante que chega a outro país sem saber sua língua oficial.

Portanto, a possibilidade de ter aulas particulares antecipadamente à viagem é fundamental para que o estudante tenha pelo menos um conhecimento intermediário da língua. Só isso já será suficiente para que diminua consideravelmente a possibilidade de perrengues durante os primeiros momentos do intercâmbio.

Aproveite o lugar em que está

Ao realizar um intercâmbio em países como Reino Unido, Canadá, Estados Unidos ou Irlanda, o estudante terá quase uma infinidade de possibilidades de turismo.

Fazer intercâmbio não é sinônimo de estudo 24 horas por dia. Há pausas, feriados, sábados e domingos e o estudante pode aproveitar esses momentos de pausa de diversas maneiras.

Se o estudante chegar ao país estrangeiro com bom nível de inglês, o que enfatiza a necessidade de aulas especializadas antes de partir do Brasil, a possibilidade de aproveitar melhor as opções de turismo crescem.

O que é bom pode ficar ainda melhor

Se o estudante chegar ao intercâmbio com um bom nível de inglês, o mesmo já pulará várias etapas nas primeiras semanas de viagem e assim poderá se concentrar em deixar o seu inglês praticamente perfeito.

Em contrapartida, ao chegar no intercâmbio com pouco conhecimento de inglês, o estudante terá que “perder tempo” com etapas básicas que poderiam ter sido resolvidas ainda enquanto estava no Brasil.

Geralmente os cursos de intercâmbio realizam um teste de nivelamento antes do aluno iniciar as suas aulas sobre o idioma. Com um nível alto, o estudante já larga consideravelmente na frente.

Sendo assim, já é cientificamente comprovante que as aulas particulares aumentam a possibilidade de aprendizado e o estudante que opta por esse caminho antes do intercâmbio tem boas chances de melhorar o seu inglês.

Não é necessário um motivo específico para aprender inglês

Esse, talvez, é o principal tópico de todos que apoia a necessidade de haver aulas de inglês com acompanhamento de um bom profissional. Afinal, são tantos os motivos para aprender o idioma universal nos tempos modernos que você não precisa de programar uma viagem de intercâmbio para se empenhar a conhecer essa língua.

Ao pincelar alguns dos principais motivos, destacam-se: aumento na possibilidade de conseguir um maior salário, maiores probabilidades de conseguir um emprego e chance de aprender outros idiomas derivados com maior facilidade.

Para se ter uma noção mais detalhada sobre como o inglês é importante no mercado de trabalho, um estudo recente realizado pela empresa Catho constatou que um profissional fluente em inglês tem cerca de 60% de chance de ter um salário maior que um outro funcionário que não sabe falar o idioma.

Além disso, ter domínio do inglês é fundamental para buscar um estágio fora do país — algo que conta muito positivamente para o currículo e isso independe da profissão.

    Assine nossa newsletter!

    Assine nossa newsletter e junte-se à outros 145 assinantes. Leia sobre a nossa Politica de Privacidade.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.