Avianca, a segunda maior companhia aérea da América Latina, declara falência

Avianca, a segunda maior companhia aérea da América Latina, declara falência pelos efeitos provocados pela pandemia de #coronavírus

Avianca Holdings
Avianca Holdings

A Avianca Holdings entrou com um pedido de reestruturação (Chapter 11) nos Estados Unidos, diante do impacto da crise do coronavírus para os negócios da empresa. Em comunicado, ela afirma que, apesar de uma estratégia eficaz para mudar o perfil de sua dívida em 2019 e de uma bem-sucedida execução de seu plano de negócios até meados de março, a medida foi necessária, por causa da “velocidade e da escala” da crise.

A companhia afirma que o processo supervisionado por tribunal tem como objetivo manter as operações da Avianca, preservar empregos, manter as relações com os passageiros e “promover a recuperação econômica na Colômbia e em outros mercados cruciais”. Além disso, diz que está comprometida a continuar a servir seus clientes com serviços “seguros” e “confiáveis”, conforme as restrições de viagem por causa da covid-19 sejam “gradualmente retiradas”.

A Avianca informa também no comunicado que continua a manter discussões com governos a respeito do apoio financeiro para seus negócios. A empresa diz que a reestruturação no âmbito do “Chapter 11” nos EUA é o melhor meio de proteger viagens aéreas essenciais e os serviços de transportes aéreos na Colômbia e em outros mercados pela América Latina.

Para mais informações visite: http://www.aviancaseguiravolando.com/

Visite as redes sociais da Avianca:

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e junte-se à outros 1.548 assinantes. Leia sobre a nossa Politica de Privacidade.