Carioca cria startup em Portugal para ajudar estudantes brasileiros

Com mais de 2 mil atendimentos no mês, Estude em Portugal é o suporte mais buscado por candidatos

O ano letivo em Portugal para graduação e mestrado tem início apenas em setembro, mas o pico de candidatura nos cursos acontece neste mês de março. Neste período muitos brasileiros começam a dar entrada na autorização de residência para fins de estudo, o que lhes permite também trabalhar, e durante a pandemia, com o espaço aéreo fechado, autoriza o embarque.
As faculdades portuguesas aceitam a nota do Enem dos últimos três anos e algumas aceitam até vestibular privado. Mas é na hora de buscar o curso ideal e saber mais sobre a vida no país lusitano que começam a bater muitas dúvidas nos candidatos. Visando esta necessidade, o brasileiro Higor Cerqueira fundou a startup – Estude em Portugal – a fim de apresentar as escolas de cada faculdade, formas de ingresso e suporte na candidatura.
Higor é de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, e chegou em Portugal em 2016 para realizar um intercâmbio. Durante os estudos, o carioca identificou a dificuldade de muitos brasileiros e passou pelo mesmo processo de adaptação a uma nova cultura. Aproveitando o Know-how como comunicador nas redes sociais, o carioca – que também foi presidente fundador da Associação Nacional do Estudantes e Pesquisadores Brasileiros em Portugal – dedica a sua carreia a dar mentorias para outros estudantes que por vezes, imigram com toda sua família e escolhem Portugal como segunda casa.
“A ideia é democratizar o acesso às informações sobre candidatura e simplificar a linguagem nos processos burocráticos das mesmas. Desta forma, o estudante brasileiro tem a liberdade dele mesmo enviar sua própria candidatura, sem precisar de nenhuma agência de intercâmbio por trás disso!”, conclui o jovem empresário e estudante do curso de Mestrado em Inovação de Produtos e Processos.

O trabalho de Higor e sua equipe vai além do suporte institucional, pois ainda auxilia os estudantes com indicações de moradias, alimentação, produtos, valores e mercado de trabalho. Só pelo aplicativo de mensagens no celular são 80 atendimentos por dia. Mais de 2 mil por mês. O brasileiro deixa claro que a assistência não visa lucratividade, e sim apoio fundamental para fomentar o sonho de cada vez mais brasileiros que desejam estudar fora do país.
“Nossos serviços, até determinado ponto, são oferecidos gratuitamente. Mas também temos um serviço premium, onde a pessoa paga por uma mentoria e acompanhamos por vídeo chamada, para indicar o melhor caminho, curso, preço e faculdade de acordo com o perfil do estudante ou da família.
Mais informações para estudantes interessados na página: instagram.com/estudeemportugal

Para mais informações, acesse:

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e junte-se à outros 1.543 assinantes. Leia sobre a nossa Politica de Privacidade.