Como imigrar para o Canadá através do Express Entry?

Express Entry: Conheça a principal plataforma de imigração Canadense

Como imigrar para o canada através do Express Entry?
Como imigrar para o canada através do Express Entry?

Em março de 2015, um texto a respeito da vida em Quebec, também no Canadá, viralizou na internet: a procura foi tão grande na rede que derrubou o servidor do escritório da província canadense em São Paulo. Esses são casos que ilustram o aumento no interesse de brasileiros em deixar o país. Os dados mais recentes revelam que estamos diversificando nossos destinos. Ao mesmo tempo, sugerem um perfil menos “aventureiro” daqueles que deixam o país.

O Canadá é um país pacífico, democrático e seguro, também conhecido por suas deslumbrantes paisagens de imensa beleza natural, sociedade multicultural, atividades culturais e estilo de vida atraente. Por estes motivos a cada dia mais pessoas optam por viver definitivamente no Canadá. As pessoas vêm em busca de oportunidades de emprego, aprendizado acadêmico, possibilidade de criação dos filhos, além de quererem apreciar a beleza natural, abrir novas fronteiras culturais e desfrutar de um padrão de alta qualidade de vida.

O Express Entry (EE) é a porta de entrada mais comum para aqueles que ainda estão em seus países de origem e buscam imigrar para o Canadá. Admitindo em torno de 200 mil imigrantes por ano no país, ele é o sistema mais frequentemente escolhido por imigrantes devido ao seu tempo curto de processamento e facilidades na aplicação. Mas, afinal, o que é o Express Entry?

O Express Entry é uma plataforma que gerencia três dos principais programas de  imigração do Canadá: o Federal Skilled Worker Program, o Federal Skilled Trades Program e o Canadian Experience Class. Esses três programas têm por objetivo trazer e manter trabalhadores qualificados no território canadense para suprir a demanda profissional do Canadá, a partir de pré-requisitos que são avaliados pelo sistema.

O EE avalia as possibilidades de você ter sucesso em ser absorvido pelo mercado de trabalho canadense. Por isso, ele leva em conta fatores como a sua idade, seu estado civil, seu nível de escolaridade, sua proficiência nos idiomas locais e suas experiências prévias de trabalho em seu país de origem (sendo esse o aspecto que mais diferencia um programa do outro).

Pré-Requisitos Mínimos

Para todos os programas compreendidos no EE, existem pré-requisitos em comum. São eles:

  • Comprovação de fluência em Inglês ou Francês: para fazer essa comprovação, o governo do Canadá aceita apenas testes específicos. São eles o IELTS e o CELPIP, para o Inglês, e o TCF Canada e o TEF Canada, para o Francês. As suas notas nesses testes serão transformadas em pontos do Canadian Language Benchmark (CLB), que avaliará a sua fluência com nota entre 0 e 10 em cada habilidade. Ter a pontuação máxima pode te garantir até 136 pontos no processo do Express Entry – ou o dobro, caso você apresente fluência nos dois idiomas. Também é importante lembrar que só são aceitos resultados emitidos no máximo dois anos antes da data de sua aplicação.
  • Comprovação de fundos: ter dinheiro em seu nome é um dos principais pré-requisitos no processo de Express Entry. No ato da aplicação, você deve comprovar a posse de valor correspondente a 12.669 dólares canadenses em fundos de aplicação em seu nome. É muito importante que esse dinheiro seja seu (e não um empréstimo, por exemplo), pois o governo Canadense precisa ter a segurança de que você possui fundos disponíveis para se manter por algum tempo no Canadá. Essa comprovação só não é necessária se 1) você já tiver uma oferta de emprego em mãos no momento da aplicação; 2) você já tiver permissão para trabalhar legalmente no Canadá.
  • Um diploma: o nível educacional mínimo para imigrar para o Canadá é o segundo grau, ou ensino médio – porém, ter uma graduação fortalecerá muito seu perfil. Muitas vezes, este pode ser o fator decisivo para que se atinja a pontuação mínima suficiente para imigrar, principalmente se o seu programa imigratório for o Federal Skilled Worker Program.
  • Experiências prévias de trabalho: a sua carreira profissional conta muito para a sua pontuação no Express Entry, sendo o principal fator de diferenciação entre os programas gerenciados por ele. Em sua aplicação, você precisará comprovar experiências de trabalho nos últimos 10 anos em seu país de origem. O tempo necessário nesse período vai variar de acordo com a sua pontuação e perfil.
    É de extrema importância também que você entenda em qual dos três programas o seu perfil se encaixa melhor.
  • Idade do aplicante: Os aplicantes entre 19 e 29 anos recebem uma pontuação máxima para este requisito. Assim sendo, quanto mais longe dessa faixa etária, menos pontos você receberá. Depois dos 45 anos de idade, o candidato não pontua mais nesta categoria. Contudo, isso não significa que não existe mais a possibilidade de imigrar; neste caso, será preciso aumentar a nota tanto quanto possível nos demais requisitos.

Mecanismo de Avaliação e Processo de Seleção

O Express Entry funciona a partir de um sistema de pontuação chamado Comprehensive Ranking System (CRS). Esse sistema pontua cada aspecto da sua candidatura de acordo com os interesses do governo canadense – ou seja, quanto mais adequado às necessidades do mercado canadense for o seu perfil, melhor a sua pontuação. A aplicação para o Express Entry é feita online, a partir do site do governo do Canadá.

Uma vez que sua candidatura for processada e aprovada – ou seja, se for atestado que não existe nenhum ponto do seu perfil que impeça completamente a sua imigração e que você cumpre todos os pré-requisitos mínimos -, ela passará pelo CRS e seu perfil será incluído em uma plataforma de ranqueamento. Os pontos dados pelos CRS podem chegar a 1200, sendo divididos da seguinte forma:

  • 600 pontos para características centrais do perfil, como idade, escolaridade, experiência profissional, nível de fluência no idioma e fatores relacionados às qualificações do seu cônjuge.
  • 600 pontos para características adicionais, como experiências de estudo e/ou trabalho no Canadá, uma oferta de emprego em território canadense, certificado de nomeação por alguma das províncias do país, fluência na segunda língua (em geral, o Francês) ou ter irmão que vive no Canadá com cidadania canadense ou visto de residência permanente.

O somatório dessa divisão será a sua pontuação final. Quanto mais pontos você fizer pelo CRS, mais alto será seu posicionamento no ranking e maior é a sua chance de imigrar.

Esse ranking, além de consistir em uma lista de espera, consiste também em um banco de contatos para empregadores canadenses. Empresas que procuram mão de obra qualificada acessam esse ranking e podem oferecer vagas de emprego a pessoas que estão nessa lista. Vale lembrar que uma oferta de emprego em mãos garante 600 pontos extras na sua candidatura, o que leva o seu perfil ao topo da lista para imigrar. O candidato também pode conseguir uma oferta de emprego por outros meios e divulgar o seu perfil na plataforma para o empregador, para que a oferta seja feita formalmente perante o governo Canadense.

De quinze em quinze dias, acontecem os ‘draws’ – ou retiradas, em português. Nesse processo, as pessoas que estão no topo do ranking recebem um convite formal do governo Canadense para aplicar para o tão sonhado visto de residência permanente e imigrar. A partir do momento em que você recebe esse convite, você tem 60 dias para iniciar o processo de aplicação do visto – que pode levar até seis meses para ser emitido.

E se eu não conseguir os pontos?

Para poder entrar no ranking, o candidato deve ter conseguido um mínimo de 400 pontos em sua aplicação. Entretanto, a pontuação mínima exigida para ser convidado a aplicar varia de acordo com cada draw publicado pelo pelo governo canadense. O último, divulgado em 3 de Abril de 2019, teve como pontuação mínima 451 pontos. Você pode acompanhar os rounds de convites e também as pontuações dos draws passados no site do Governo Canadense.

Porém, caso você não tenha atingido esse mínimo, ainda existem chances. As melhores oportunidades para aumentar os seus pontos são conseguir uma oferta de emprego antes de aplicar ou conseguir uma nomeação de província. Para isso, é necessário passar por outros processos, prévios ao envio de sua candidatura ao sistema de Express Entry.

Para saber mais detalhes ou se você é elegível para o programas da plataforma do Express Entry, agende já um horário com os consultores da One Immigration, credenciados pelo governo canadense!

Sobre One Immigration Consulting

A One Immigration Consulting oferece consultoria especializada e serviços de representação legal, com muito profissionalismo e ética. Se você é um trabalhador qualificado em busca de emprego no Canadá, empregador procurando por trabalhador internacional para fazer parte da sua empresa de sucesso ou um investidor ansioso em expandir seu negócio, encontraremos a melhor alternativa para que suas necessidades sejam atendidas.

Para estudantes internacionais procurando oportunidade de estudar em uma das reconhecidas faculdades e universidades canadenses ou para membro da família que deseja se juntar aos seus familiares que vivem no Canadá, ou se você simplesmente deseja visitar este maravilhoso país, conte conosco pois possuímos qualificações para te ajudar.

Redes Sociais

https://www.instagram.com/1immigration/
https://www.youtube.com/channel/UCuwIJLuU4sNUk68vcZG22MA
https://www.linkedin.com/company/one-immigration/
https://www.facebook.com/oneimmigration/

Autores: Maruscka Grassano e Carolina Cadinelli
Revisão: Vanessa Eufrasio e Renato Feldmann
Imagens: Vanessa Eufrasio

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.