Turismo goiano mira exemplo de Portugal para alavancar Lago Corumbá IV: “Potencial ilimitado”

Para presidente da Goiás Turismo, empreendimentos como a Fazenda Canoa, condomínio reserva às margens do lago, podem consolidar interesse na região

O “boom” do turismo em Portugal, que ocupou posição de pouco destaque durante muitas décadas e passou a se sobressair entre os destinos europeus mais procurados a partir de 2016, é um dos exemplos que inspiram a atual gestão da Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo) a explorar o potencial do lago Corumbá IV, na região leste do Estado. O presidente da agência, Fabrício Amaral, ressalta que o trabalho conjunto entre iniciativa privada e administração pública pode consolidar o lago como principal pólo turístico do eixo formado pelas cidades de Goiânia, Anápolis e Brasília.

“O poder público não deve ser o protagonista, mas sim um aliado da iniciativa privada. O exemplo de Portugal ilustra muito bem isso. Por volta de 2010, Portugal estava com a economia estagnada. Agora, acumula há cinco anos o título de um dos melhores destinos turísticos do mundo. Isso foi possível graças ao comprometimento do governo e ao investimento da iniciativa privada. O meu sonho é colocar Goiás no mapa do turismo do Brasil, e isso será possível graças aos empreendedores que estão desbravando o lago Corumbá IV e olhando lá na frente”, analisa o presidente da Goiás Turismo.

O discurso de Fabrício Amaral ocorreu durante o evento de apresentação da Fazenda Canoa para jornalistas e convidados, no dia 2 de julho. O empreendimento, localizado no município de Silvânia, já teve suas obras iniciadas e registra grande procura, com todas as unidades da primeira etapa comercializadas em menos de um mês. Durante o encontro, o presidente da Goiás Turismo, que representava o governador Ronaldo Caiado, afirmou que vislumbra o lago Corumbá IV como oportunidade para transformar profundamente a economia da região.

“O lago Corumbá IV possui um potencial ilimitado. O Estado deve ouvir os empresários e, dentro da legalidade, facilitar os investimentos da iniciativa privada. Estamos preparados para cumprir o nosso papel, que é oferecer a infraestrutura de acesso, a sinalização adequada, a segurança e a capacitação de mão de obra local. Em contrapartida, os empresários vão construir empreendimentos ousados e que vão atrair pessoas de todos os lugares. Arrisco dizer que, nos próximos 10 anos, o eixo Goiânia-Brasília será o segundo de maior fluxo de turistas no Brasil. Projetos como a Fazenda Canoa vão gerar muitos empregos e movimentar a economia local”, destaca Fabrício.

A Fazenda Canoa traz para o lago Corumbá IV uma proposta inédita, que une a procura por contato com a natureza e o turismo ecológico ao conceito de morar com sofisticação e luxo. O empreendedor Fernando Costa, que desde 2015 se dedica à formatação do projeto, destaca que a rica história de Silvânia e a paisagem exuberante do lago têm tudo para conquistar visitantes de Brasília, Anápolis e Goiânia e também atrair pessoas de outros estados. O condomínio reserva tem 500 mil metros quadrados de área verde e lotes de 700 m² a 1.200 m², com dois quilômetros de margem particular para o lago.

“Estamos desenvolvendo a Fazenda Canoa com todo o cuidado para aproveitar tudo o que o lago Corumbá IV e os municípios da região têm a oferecer, mas sem descuidar da preservação ambiental e da sustentabilidade socioeconômica. O Estado tem sido um grande parceiro nesta jornada empreendedora e, como contrapartida, vamos colaborar com o desenvolvimento local e atrair olhares de todo o Brasil para Goiás. O projeto da Fazenda Canoa foi pensado em todos os detalhes, e buscamos inspiração em empreendimentos de sucesso no país e também na Europa, em lugares como Itália, França e, principalmente, Grécia, que tem uma topografia muito parecida com a nossa”, afirma Fernando.

A Fazenda Canoa movimentará R$ 150 milhões em Valor Geral de Vendas (VGV) e, só durante as obras, gerará 200 empregos para a população de Silvânia e região. Quando estiver pronto, o condomínio reserva continuará gerando postos de trabalho para atender as mais de 400 famílias que terão casas no local. Com destaques como trilhas na mata, quedas d’água naturais e áreas para pesca, sem comprometer a privacidade e a segurança dos moradores, a Fazenda Canoa já está atraindo a atenção de famosos e teve como primeiro comprador o cantor sertanejo Gusttavo Lima.

O projeto da Fazenda Canoa é assinado por alguns dos profissionais mais renomados do mercado, o arquiteto Flávio Aleixo e o paisagista Luiz Carlos Orsini. As obras, com previsão de entrega para 2023, serão executadas pela construtora Mendes Lôbo, responsável por projetos como o acabamento fino no retrofit do Hotel Nacional, no Rio de Janeiro. Os moradores poderão contar com infraestrutura completa de lazer, incluindo centro de esportes, complexo de tênis, ciclovia, beach club lounge com piscina de borda infinita e praia com pier. Para os apaixonados pela água, o condomínio oferecerá guarda-barcos e estrutura completa para navegação no lago.

Natureza e aventura

Durante o encontro com jornalistas e convidados vindos de Brasília, Goiânia, Anápolis e outras cidades da região, o empreendedor Fernando Costa pôde dar uma pequena amostra de tudo o que a Fazenda Canoa tem a oferecer. A programação contou com passeio de lancha pelo lago Corumbá IV e parada em um flutuante, onde os presentes puderam tirar fotos e contemplar a bela paisagem. A outra atração do dia foi uma volta panorâmica em balão de ar, proporcionando uma vista ampla de toda a área. O cenário repleto de vegetação típica do cerrado também foi palco de um almoço, servido de acordo com todas as normas de distanciamento social.

Para mais informações, acesse: