Graduação no Exterior: 4 dicas para manter o foco na preparação durante a quarentena

Processo de admissão em universidades dos EUA adapta as avaliações das candidaturas e altera calendário de provas padronizadas; especialista orienta como aproveitar a quarentena para intensificar os estudos

Graduação no Exterior: 4 dicas para manter o foco na preparação durante a quarentena
Graduação no Exterior: 4 dicas para manter o foco na preparação durante a quarentena

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) alterou a rotina nos campi das universidades dos EUA, com aulas em formato online ou até mesmo o cancelamento do semestre e também refletiu na preparação dos jovens brasileiros que almejam realizar a graduação fora do país. De acordo com a apuração da Crimson Education, o processo de admissão para esse ano está sendo adaptado pelas instituições norte-americanas e provas e atividades presenciais foram remarcadas.

Dentre as mudanças, estão o cancelamento das provas padronizadas do SAT de maio, o ACT programado para abril foi adiado para junho e o TOEFL, que testa a proficiência em inglês, temporariamente passou a ser oferecido na versão online em todos os locais onde a prova é oferecida presencialmente, incluindo no Brasil. 

“Nesse momento em que as coisas estão mudando rapidamente, é primordial que os alunos sejam informados diariamente sobre os impactos da pandemia. Estamos aliando essas atualizações ao know how da nossa rede de tutores e consultores para ajudar os jovens a se adaptarem e criarem uma estratégia forte de candidatura”, conta Laila Parada Worby, gerente da consultoria educacional no Brasil. Para tornar a quarentena mais produtiva, a especialista dá dicas de como intensificar a preparação.

1. Determine uma rotina fixa de estudos dentro de casa

Um ambiente confortável, silencioso e sem distrações é o primeiro passo e uma agenda, física ou digital, contribui para organizar as atividades do dia. Programar vídeo chamadas para estudar em grupo favorecem a troca de conhecimentos. “Além de tirar dúvidas com seu professor, garantirá a compreensão do conteúdo e vale manter o contato, ainda que digital, para que, posteriormente, ele consiga escrever cartas de recomendação – exigidas no processo seletivo das universidades americanas –  mais completas”, diz Laila. Fazer pausas para se alongar, comer adequadamente e beber bastante água ajudam a manter o foco, assim como desligar o celular enquanto realiza as aulas.

2. Continue estudando para as provas padronizadas

Ainda que os exames não tenham novas datas confirmadas é imprescindível seguir a rotina. “Realizar um simulado por semana, identificar padrões e erros e direcionar os estudos por meio de uma tutoria online contribuem para uma evolução contínua da nota”, conta a especialista. 

3. Faça atividades extracurriculares online

Essa é a oportunidade de liberar a criatividade e usar a tecnologia a seu favor! Atividades como Clube do Livro, Cinema, Atualidades e Debate podem ser criados ou transferidos para o mundo digital. Usufrua de plataformas como Coursera e Edx que disponibilizam gratuitamente centenas de cursos à distância, inclusive em universidades internacionais como Harvard e Stanford. E o voluntariado presencial pode ser adaptado para campanhas de arrecadação de dinheiro e/ou itens para instituições trabalhando para combater os efeitos da pandemia.

4. Aproveite para aperfeiçoar o inglês

Ler livros e artigos em inglês assim como aulas online ou por meio de aplicativos contribuem para aprimorar a fluência no idioma, o que vai ajudar em todas as etapas do processo de admissão. “Vale aproveitar esse momento para organizar rodas de conversa em inglês por videoconferências com amigos e familiares, tornando o aprendizado mais leve e divertido”, sugere Laila.

Tutoria à distância

Os programas de consultoria realizados pela Crimson Education não foram impactados com a crise, pois, toda a interação entre o aluno e a equipe de mentores acontece online por meio do Crimson App, plataforma que disponibiliza as ferramentas necessárias tanto para desenvolver as atividades pertinentes à candidatura quanto para os tutores acompanharem o desempenho dos jovens.

“Desde 2013 contamos com uma tecnologia própria que conecta o estudante e sua família à um time de tutores, mentores e estrategistas com base nos objetivos e estilo de aprendizagem de maneira individual. E no atual momento, tem sido essencial para manter o foco dos estudos e tornar os seus perfis ainda mais fortes”, explica a gerente da consultoria no Brasil.

Sobre a Crimson Education

Fundada em 2013, a consultoria educacional e internacional oferece suporte especializado na preparação de alunos para que sejam aceitos nas mais renomadas universidades dos EUA, Reino Unido e Canadá. Presente em 17 países, contabiliza mais de 1020 aprovações nas 50 melhores universidades dos EUA e mais de 400 admissões nas 10 melhores universidades do Reino Unido, nos últimos quatro anos.

Visite as redes sociais Crimson Education:

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter e junte-se à outros 145 assinantes. Leia sobre a nossa Politica de Privacidade.

Gostaria de deixar um comentário?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *