Qual o valor de um intercâmbio?

Alguns dos fatores a ser levado em consideração são a agência, o destino escolhido, a duração do programa e principalmente o seu objetivo.

A primeira coisa que muita gente procura na hora de optar por um programa de intercâmbio é o quanto ela irá gastar com isso. Bem, a real é que o valor de um intercâmbio vai depender de um conjunto de fatores, como: agência de viagens escolhida, destino, duração do programa, objetivo e outros detalhes.

Por exemplo, se você quiser passar um mês em algum país para estudar o idioma, com certeza será mais barato que se ficar por lá três, seis meses ou um ano. Além da escola, é preciso colocar na ponta do lápis o gasto com alimentação (checar se você terá ou não meia pensão), moradia, transporte e gastos adicionais, como os momentos de lazer.

Qual o valor de um intercâmbio?
Qual o valor de um intercâmbio?

Há opções bem viáveis também, como o programa de au pair, em que jovens de 18 a 26 anos vão morar em casa de família, por um ano (com possibilidade de renovação por mais um ano) e recebem um salário semanal para cuidar das crianças. Não é um programa só de trabalho. É uma oportunidade para vivenciar mais de perto a cultura de outros países e conhecer o dia a dia de uma família completamente diferente da sua. Além disso, a jovem recebe bolsa de estudos e não tem gastos com moradia, alimentação ou transporte para a escola/faculdade.  Ainda falando em programas de intercâmbio relacionados a trabalhos, há programas de férias, em que você pode trabalhar em parques, resorts etc. Fazer uma graninha enquanto aprimora o novo idioma. Esse tipo de programa de intercâmbio não é tão barato (por conta da moradia, passagem e alimentação), mas não é inacessível, principalmente pela curta duração e pelo fato de você ter uma remuneração durante a estadia.

Outra opção bem interessante é fazer graduação, pós, mestrado, especializações em universidades estrangeiras. Para esse tipo de intercâmbio o valor pode ir desde zero até preços exorbitantes, tudo dependerá da instituição escolhida, da duração do curso, do destino, da acomodação etc.. Mas, você pode conseguir bolsas, como as oferecidas pelo programa de governo brasileiro Ciências Sem Fronteiras, que banca seus estudos em outros países. O canal do intercâmbio eventualmente pública ótimas oportunidades para para bolsas de estudos neste link aqui.

Contudo, é importante lembrar que o valor do intercâmbio não deve ser o filtro na hora da escolha do tipo de programa.  Escolha seu destino e o tipo de intercâmbio levando em consideração seu objetivo e suas afinidades. Claro, sabemos que o nosso bolso determina muita coisa. Mas, muitas vezes, vale a pena demorar um pouquinho mais, fazer uma economiazinha a mais e escolher o lugar e o programa de intercâmbio que realmente têm a ver com a gente. Assim, a experiência será muito mais completa.

Aproveite para ler também:

  1. Amigos brasileiros atrapalham o intercâmbio?
  2. Namorar durante o intercâmbio dá certo?
  3. No intercâmbio, onde vou morar?

Os comentários estão fechados.