Intercâmbio em Dublin: Tudo que você precisa saber

Conheça Dublin a cidade mais procurada pelos brasileiros para fazer intercâmbio.

Intercâmbio em Dublin
Intercâmbio em Dublin

Atualmente, Dublin é uma das cidades mais procuradas para fazer intercâmbio pelos brasileiros. A capital irlandesa foi eleita como a cidade mais hospitaleira da Europa diversas vezes.

A cidade é conhecida como a terra dos vikings, construções medievais e uma cultura baseada no dom da escrita literária.

Fazer intercâmbio em Dublin é ter a certeza de se hospedar em uma cidade onde reina música, alegria, modernidade e história, além de conter duas das melhores universidades do mundo.

Veja tudo que você precisa saber sobre fazer um intercâmbio em Dublin nesse texto!

Quais são os tipos de intercâmbio na Irlanda?

INTERCÂMBIO DE INGLÊS

Ultimamente, Dublin é uma das cidades mais procuradas pelos brasileiros para fazer intercâmbio de inglês. Por isso, é necessário tomar alguns cuidados e avaliar bem seus objetivos.

Como a comunidade de brasileiros na cidade é muito grande, a chance de você conviver com pessoas do nosso país é enorme. Isso pode fazer com que você fale mais português do que inglês e acabe falhando na missão de aprender um novo idioma.

Se mesmo assim você escolher ir fazer o intercâmbio em Dublin, se esforce ao máximo para ficar em contato com a população nativa e cumprir com a sua meta.

Você pode fazer inglês nas escolas de idioma certificadas pelo governo ou em cursos de língua inglesa oferecidos pelas universidades locais.

Para escolher a melhor opção para você, é necessário avaliar o seu nível de inglês e o seu objetivo com o idioma. Por exemplo, para quem quer alcançar um grau de proficiência em um teste padronizado, como o IELTS, é necessário fazer um intensivo específico para ele.

Outro ponto importante é pensar qual das escolas está de acordo com o seu orçamento. Para isso, converse com agências especializadas e informe seu objetivo e o tempo disponível para o intercâmbio em Dublin.

Para você ter uma estimativa, um intercâmbio em Dublin de um mês custam aproximadamente R$ 5.000,00 mil reais.

Caso você queira estudar em uma das escolas de idioma reconhecidas pelo governo irlandês, é preciso conferir a lista completa do órgão que regula essas instituições, chamado ACELS (Accreditation and Co-ordination of English Language Services).

No índice completo, você vai encontrar informações de contato de todas as escolas, endereços e o nome da pessoa responsável pela instituição. Você também pode filtrar sua busca por nível do idioma, tipo de curso ou período que você deseja fazer seu intercâmbio em Dublin.

INTERCÂMBIO UNIVERSITÁRIO

Dublin possui duas universidades que permitem o intercâmbio na cidade. São elas:

TRINITY COLLEGE

Considerada a melhor universidade da Irlanda, foi lá que se formaram Oscar Wilde e Jonathan Swift. Atualmente, o ator que interpretou o Rei Joffrey em Game of Thrones, Jack Glesson, está estudando física lá!

A universidade mais antiga do país é a 108° melhor do mundo, segundo o ranking da QS. Ela tem uma forte tradição em cursos de humanas, por conta de seus programas de literatura inglesa, história e letras considerados três dos melhores do mundo.

A Trinity College também está bem rankeada em cursos de biológicas, com muitas pesquisas sendo desenvolvidas na área de imunologia.

UNIVERSITY COLLEGE

A University Colleger é baseada na Universidade Católica da Irlanda, que foi construída em 1854.

Ela é a segunda melhor do país, ocupando a 185° posição no ranking da QS. Hoje, ela acomoda cerca de 33 mil estudantes e já formou grandes nomes irlandeses, como James Joyce e Neil Jordan.

Custo de vida em Dublin

A Irlanda está em crescimento econômico e o salário mínimo lá é bem alto. A hora custa no mínimo 10,50, totalizando um salário de 1600 euros. Por conta disso, o custo de vida lá é maior do que no Brasil, mesmo Dublin sendo uma das cidades europeias mais baratas para fazer intercâmbio.

Uma refeição em um restaurante simples custa aproximadamente 7 euros, ou R$ 30 reais. O pint de cerveja local sai por 5,50 euros, custando cerca de R$ 22,00 reais.

Dublin é uma cidade com bastante locais comerciais, mas dificilmente tem barraquinhas de comida nas ruas, diferente de outras capitais da Europa. Isso quer dizer que pratos e outros tipos de comida só são vendidos em restaurante.

Para quem quer economizar, é simples encontrar mercados e fazer suas próprias refeições em casa. Os itens de lá tem preços bem parecidos com os brasileiros, menos as frutas frescas, que são mais caras devido ao clima irlandês.

Pelo clima aqui ser muito diferente de lá, dificilmente você vai encontrar roupas que te esquentem o suficiente no Brasil. Mas, não se preocupe. O preço de roupas lá não é caro. Casacos grosso e impermeáveis podem custar 20 euros, ou R$ 90,00 reais, e luvas, gorros e meias por 4 euros ou menos, totalizando R$ 20,00 reais.

Como tirar o visto de estudante?

O visto pode ser retirado assim que você chegar na Irlanda. O Stamp 2 é dado para alunos de cursos maiores que 25 semanas e dura por até 8 meses, sendo 6 meses de curso e 2 de férias.

Para retirá-lo, você precisa apresentar alguns documentos, como carta de matrícula da escola e pelo menos EUR 3.500 em uma conta bancária irlandesa. O governo julga que essa quantia é o suficiente para permanecer por 6 meses no país.

É essencial que você já tenha decidido onde vai ficar hospedado antes de embarcar para o seu intercâmbio em Dublin, pelo menos para as primeiras semanas. Depois desse tempo, você já estará mais acostumado com o lugar novo e pode procurar algo mais em conta.

Para alunos de curso de idioma, o visto também é retirado no desembarque. O aluno precisa fazer um registro no Irish Resident Permit e apresentar requisitos de planejamento financeiro.

Além dos 3.500 euros na conta, para cursos de inglês que custem mais de 6 mil euros, o estudante precisa comprovar o pagamento da tution antes de chegar na Irlanda.

Também há uma exigência da carga horária do curso, que deve ser 15 horas semanais no mínimo, ministradas das 8 da manhã às 6 da tarde.

Cultura em Dublin

A arte que dita a cultura de Dublin é a literária. Não é a toa que dos quatro Prêmios Nobel que a Irlanda ganhou, três são dessa cidade. São eles: Samuel Beckett, George Bernard Shaw e William Butler Yeats.

Por conta desse orgulho nacional, a cidade está cheia de atrações que remetem a esse fato, como o Dublin Writers Museum, que exibe cartas, objetos pessoais e retratos de diversos escritores consagrados.

Já no Trinity College, você vai encontrar o Book of Keels, considerado o livro mais bonito do mundo. Ele é um manuscrito ilustrado dos Evangelhos confeccionado por monges no século IX.

Em Dublin, você também pode encontrar pontos turísticos sobre arqueologia, história natural e artes, como o National Museum of Ireland.

National Museum of Ireland
National Museum of Ireland / Foto by Merrionsquare

Na National Gallery, você verá representações de pintores europeus feitas por Caravaggio, Ticiano e Rembrandt.

National Gallery
National Gallery / Foto by Wikipedia

Você ainda pode conferir o estúdio de arte de um dos grandes pintores irlandeses: Francis Bacon. Para isso, é só visitar a Hugh Lane Gallery.

Gastronomia em Dublin

Por ser uma cidade bem gelada, a gastronomia de Dublin conta com diversos pratos bem quentinhos. Alguns exemplos são cozido de carneiro com legumes, bacon com repolho e o típico coddle, feito com bacon, linguica, cebola e batata.

Os frutos do mar também estão bastante presentes. Para quem gosta de comer ostras, a melhor época para fazer intercâmbio em Dublin é em setembro. Também há outras opções, como vôngole, mexilhão e lagostim.

Normalmente, o café da manhã da cidade é composto de fatias fritas de black pudding, um embutido a base de aveia, carne, cevada, gordura e sangue suínos. Existe a versão white, que não tem sangue em sua composição.

O famoso chá da tarde apresenta sempre uma fatia de barmbrack, um bolo feito com especiarias e frutas cristalizadas.

O que fazer em Dublin?

O ponto turístico mais visitado da Irlanda é o museu da Cerveja Guinness. O local foi construído em 1904 e, antigamente, era onde a bebida era produzida, há 250 anos atrás.

Museu Cerveja Guinness
Museu Cerveja Guinness / Foto by Objetivo Viajar

Na visita, você vai conhecer todas as etapas do processo de fabricação, ver as campanhas publicitárias da empresa e terminar em um bar no sétimo andar do prédio, com uma vista 360° de Dublin.

Como nem só de cerveja vive essa cidade, outro ponto turístico bem interessante é o Dublin Castle, na região central do município.

Dublin Castel
Dublin Castel / Foto by Erasmusu

O local pertenceu a uma fortaleza viking no passado. Lá, você vai conhecer os quartos, a cripta e a capela real.

Atrás do monumento fica o Dubh Linn Gardens, um dos parques da cidade. Se você gosta de verde e tomar um ar fresco, vale a pena visitar os outros parques de Dublin: St. Stephen’s Green, Iveagh Gardens e o Phoenix Park.

A primeira opção também tem um museu ao lado: o Little Museum of Dublin. Quem é fã de U2 não pode perder a visita. O museu foi construído com doações de moradores e o segundo andar é um monumento a essa banda, contando sua história desde o início da carreira, em 1976, até os dias de hoje.

Little Museum of Dublin
Little Museum of Dublin / Foto by Travel Boulevard

A noite em Dublin

Como Dublin é uma cidade jovem, ela tem muitos pubs. Eles são dos mais variados tipos, com música ao vivo que pode ser a típica irlandesa, jazz ou rock.

Decorados com balcões de madeira e vitrais coloridos, os pubs são os lugares perfeitos para encontrar os amigos e tomar um pint de cerveja.

Pubs Dublin
Pubs Dublin / Foto by The Culture Trip

Porém, diferente de São Paulo e outras cidades brasileiras mais badaladas, os bares em Dublin costumam fechar às 23h no inverno, e no verão no máximo 1h.

Compras em Dublin

O centro de compras da cidade é bem movimentado e vai desde a O’Connel até a Grafton Street. Lá, quem comanda a moda são os jovens estilistas irlandeses que abriram suas lojas.

Quem gosta de brechós, deve visitar a Capel Street, no norte de Dublin. Você também pode visitar os mercados de pulga da cidade que abrem aos fins de semana, como o Dublin Flea Market, que ocorre todo último domingo de cada mês.

Transporte em Dublin

A cidade conta com ônibus e duas linhas de metrô de superfície, que eles chamam de luas, que quer dizer velocidade em gaélico.

Os trens DART passam pelo centro e vão até as cidades litorâneas ao lado de Dublin, como Bray e Greystones.

Os amantes de bicicleta vivem felizes na cidade, que possui 120 km de ciclovias. Além disso, existe um sistema de aluguel de bikes nas estações locais. Com ele, você pode usar as bicicletas disponíveis pagando em um cartão anual ou passes de três dias.

Caso você queira alugar um carro para andar por Dublin, não esqueça que a cidade adota a mão inglesa na direção, ou seja, é o contrário do Brasil.

Clima em Dublin

Dublin é chuvoso e frio na maior parte do ano. Em grande parte dos meses, chove por 20 dias seguidos.

No verão e na primavera é quando acontecem atrações e eventos maiores na cidade, em sua maioria nos parques.

Como o Brasil tem o clima tropical, a melhor época para visitar a cidade é entre junho e agosto, quando a temperatura é mais elevada, ou seja, cerca de 10°C a 20°C. Além disso, é nessa temporada que as chuvas dão uma trégua.

Mesmo que março seja um mês bem frio, com uma temperatura entre 3°C e 9°C, vale a pena visitar a cidade por causa do St. Patrick’s Day. O festival acontece no dia 17 de março e homenageia o padroeiro da Irlanda.

Está pronto para embarcar nessa aventura? Se ficou com alguma dúvida sobre intercâmbio em Dublin, deixe nos comentários!

    Assine nossa newsletter!

    Assine nossa newsletter e junte-se à outros 1.543 assinantes. Leia sobre a nossa Politica de Privacidade.

    Gostaria de deixar um comentário?

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *