Intercâmbio de Férias

Com a alta do dólar, viagens de curta duração são alternativas para quem procura experiência internacional.

Intercâmbio de Férias
Intercâmbio de Férias

Intercâmbio nas férias é a nova modalidade escolhida por estudantes e pessoas que trabalham. O fim do ano está chegando e com ele as férias. A possibilidade de estudar e conhecer novos lugares ao mesmo tempo é um atrativo e tanto para curtir as folgas. São muitas as ofertas de programas para quem deseja adquirir fluência em outro idioma, enquanto curte uma temporada em outro país.

Para quem trabalha ou estuda e não tem muito tempo para fazer um intercâmbio de seis meses ou um ano, o ideal é o Intercâmbio de Férias. O STB – Student Travel Bureau oferece pacotes de duas semanas a um mês, dependendo da necessidade de cada um. “Nós montamos um pacote específico para os nossos clientes de acordo com o que ele procura. Os preços variam entre tempo de estada e local escolhido. Por exemplo, um intercâmbio de duas a quatro semanas no Canadá, varia de R$ 3.500,00 a R$ 9.000,00 reais, com acomodação, curso de idiomas e alimentação (café da manhã e jantar)”, afirma o Gestor do STB, João Neto.

Ainda segundo João, a procura por cursos no exterior no período de fim de ano tem aumentado. “A necessidade imediata do segundo idioma na vida profissional tem feito com que pessoas que estão no mercado de trabalho procurem pelo intercâmbio de curto período, aproveitando o período das férias. Apesar da crise, a melhor época para investir em formas de fortalecer o histórico profissional e fazer network é agora”.

Gleide Lima, também pensa assim e aproveitou as férias do trabalho para fazer um intercâmbio de duas semanas em Nova York. “Hoje em dia ter um segundo idioma é primordial, além disso, quero adquirir uma maior qualificação para o mercado de trabalho que somente o intercâmbio pode me oferecer”, explica.

De acordo com Dorival Pinotti, consultor, palestrante e ex-Diretor de Admissões da Les Roches International School of Hotel Management, o intercâmbio cultural é um diferencial no currículo do candidato. “A experiência no exterior, não é uma exigência de 100% das empresas, mas é um dos principais diferencias no processo de seleção. Se o objetivo é contratar alguém que saiba se relacionar, lidar com dificuldades e imprevistos e, entender e compreender pessoas e de diferentes culturas, a experiência internacional é fundamental. Muitas empresas têm programas de intercâmbio de profissionais entre suas filiais dentro e, principalmente, fora do Brasil. Você pode desenvolver essas habilidades durante sua experiência nesse tipo de programa da empresa. Porém, não espere que a organização diga o que você precisa fazer, prepare-se para um mundo onde aqueles que se prepararam mais, pessoal e profissionalmente, serão os protagonistas”, informa.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.