Ciência sem Fronteiras: Novas inscrições para Bolsas no Exterior

O Programa Ciência sem Fronteiras abre novas chamadas para graduação sanduíche em sete países.

Ciências sem Fronteiras - Bolsas no Exterior
Ciências sem Fronteiras – Bolsas no Exterior

O Programa Ciência sem Fronteiras do Governo Federal, abriu novas novas inscrições para Graduação Sanduíche. Segundo publicação no site do Estadao.com.br, somente para os Estados Unidos e Alemanha serão distribuídas 5.500 bolsas da Capes na modalidade Sanduíche, que permite ao estudante fazer um ano do seu curso fora do país com aproveitamento dos créditos.

Os destinos do programa

  • Austrália
  • Alemanha
  • Canadá
  • Coréia do Sul
  • Estados Unidos
  • Holanda
  • Reino Unido

As inscrições vai do dia 06 de agosto a 14 de setembro!

Novidades para as novas chamadas

Uma novidade das novas chamadas é que foram incluídos nas áreas e temas contemplados os itens de: Indústria Criativa, voltados a projetos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação (arquitetura, design, software, jogos de computadores, cinema, vídeo, fotografia, música, artes, televisão, conteúdos digitais, editoração e publicação eletrônica); Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva; e Formação de Tecnólogos, em todas as áreas e temas já contemplados pelo Programa.

Pré-requisitos:

Para se candidatar no programa, o estudante deve estar matriculado em curso nas áreas definidas como estratégicas pelo Ciência sem Fronteiras; ter nacionalidade brasileira, ter cursado no mínimo 20% e no máximo 90% do currículo previsto e apresentar o teste de proficiência na língua do país de destino. A meta do programa é oferecer 101 mil bolsas de graduação e pós-graduação até 2015. Para este ano, a previsão é a concessão de 20 mil bolsas.

Para mais informações e/ou dúvidas sobre os procedimentos de inscrições e cronograma consulte chamadas para cada país e a Cartilha com Informações de Apoio ao Estudante no Exterior.

O Programa

O Ciência sem Fronteiras é uma iniciativa do Governo Federal, por meio dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC) e suas instituições de fomento – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O CsF pretende propiciar nas áreas contempladas a formação de recursos humanos altamente qualificados nas melhores universidades e instituições de pesquisa estrangeiras, objetivando promover a internacionalização da ciência e tecnologia nacional, estimulando estudos e pesquisas de brasileiros no exterior, inclusive com a expansão significativa do intercâmbio e da mobilidade de graduandos.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.